Posts

Rede Social Google+

Google+ (às vezes abreviado G+, pronunciado Google Plus) é uma rede social mantida pelo Google Inc.. O serviço foi lançado em 28 de junho de 2011, em uma fase de testes por convite. No dia seguinte, os usuários existentes foram autorizados a convidar amigos, que estão acima de 18 anos de idade, ao serviço para criar suas próprias contas.

Construída para agregar serviços sociais do Google, como Google Contas, Google Buzz e Picasa Web, também introduz muitas características novas, incluindo Círculos (grupos de amigos), Sparks (sugestões de conteúdo), Hangouts (chat por vídeo) e Huddles (chat em grupo). É dita como a maior tentativa da Google de abater a rede social Facebook , que tem no momento, mais de 1 bilhão de usuários. Ainda em período de testes fechados, alcançou 10 milhões de usuários. O lançamento foi realizado em 31 de julho de 2011.Atualmente o Google+ tem mais de 250 milhões de usuários e teve seu visual totalmente reformulado. As pessoas mais seguidas no Google + são as cantora pop Lady Gaga e Britney Spears, em 2013.

Introdução

O serviço foi lançado como um “teste de software” através de convites somente em junho de 2011. No início, os convites logo foram suspensos devido a uma “demanda insana” para novas contas.

Em 20 de setembro de 2011, o Google+ foi aberto a todos com 18 anos de idade ou mais velhos, sem a necessidade de um convite. Mais tarde, a rede social foi aberta para um faixa etária mais jovem (+13 anos nos Estados Unidos e na maioria dos países, +14 na Coreia do Sul e na Espanha e +16 nos Países Baixos) em 26 de janeiro de 2012.

O Google+ integra serviços sociais (como o Google Profiles) e introduz novos serviços identificados como Circles, Hangouts e Sparks. É dita como a maior tentativa da Google de abater a rede social Facebook que atualmente possui mais de 750 milhões de usuários . O Google+ é considerada a quarta rede social da empresa, seguindo o Google Buzz (lançado em 2010, descontinuado em 2011), o Google Friend Connect (lançado em 2008, descontinuado em março de 2012) e Orkut (lançado em 2004, agora totalmente operada pela subsidiária Google Brasil).

Em novembro de 2011, o Google+ foi integrado no processo de criação da conta para outros serviços do Google, como o Gmail. De acordo com a análise independente do seu crescimento em dezembro de 2011, o local foi a adição de um número estimado de 625.000 novos usuários por dia, que podem totalizar 400 milhões de membros até o final de 2012.

História

O serviço foi lançado em 28 de junho de 2011 apenas para convidados. No dia seguinte, os usuários convidados foram autorizados a convidarem amigos que tinham mais de 18 anos de idade16 para criarem suas próprias contas. Este foi suspenso no dia seguinte devido a uma “demanda insana” para as contas.

Em 14 de julho de 2011, o Google anunciou que o Google+ tinha alcançado 10 milhões de usuários apenas duas semanas após o lançamento de uma fase experimental “limitada”. Após quatro semanas de operação, a rede social atingiu 25 milhões de visitantes únicos. Baseado numa pesquisa realizada pela ComScore, o país com maior número de membros foi os Estados Unidos, seguido pela Índia. Em outubro de 2011, de acordo com Larry Page, o serviço atingiu 40 milhões de usuários; E, depois de quase três meses de operação, atingiu 50 milhões de usuários; e até o final do ano o Google+ obtinha 90 milhões de usuários.

Em 6 de agosto, cada membro do Google+ tinha 150 convites, mas em 20 de setembro de 2011, o Google+ foi aberto a todos que se declararem obter mais de 18 anos de idade ou mais velhos, sem a necessidade de um convite. Depois que o Google+ veio a público, os menores de 18 anos de idade não foram autorizados a se inscrever na rede social.

No lançamento inicial, as contas do Google Apps não poderiam ser usadas no Google+, devido à falta de suporte para o Google Profiles. Em 27 de outubro, o Google anunciou que o Google+ agora poderia suportar os usuários do Google Apps (se o usuário administrador do domínio tiver habilitado o serviço).
Apesar de registar um crescimento elevado nos Estados Unidos e na Europa, o Google+ ainda permanece indisponível na China.

Em menos de um dia, o Google+ foi disponibilizado para iPhone se tornou o aplicativo gratuito mais popular na App Store.

Os primeiros a adotarem o Google+ têm sido principalmente membros do sexo masculino (71,24%). A faixa etária predominante (35%) é entre 25 e 34.

Uma pesquisa aponta que 13% dos adultos norte-americanos tornaram-se membros do Google+. É projetado pela rede social que ela consiga aumentar este número para 22% em um ano.

Em 7 de novembro de 2011, o Google lançou o Google+ Pages (+Páginas), o que permite que as empresas se conectem com os fãs de uma maneira similar às páginas do Facebook. Essas empresas receberão contas corporativas para iniciarem o compartilhamento de informações sobre si mesmo e convidar outras pessoas para se juntarem à conversa.

Em 26 de janeiro de 2012, o Google abriu a rede social para adolescentes. O limite de idade já tinha sido 18, mas o vice-presidente de Gestão de Produtos do Google, Bradley Horowitz, anunciou no Google+ que os usuários podem agora ser tão jovens quanto os de 13 anos.

De acordo com a Experian Hitwise, uma empresa de pesquisas da Internet, o número de visitas do Google+ nos Estados Unidos ultrapassou 49 milhões durante o período de um mês que termina 11 de dezembro de 2011, aumento de 55% em relação ao período de um mês que termina 11 de novembro de 2011.

Em 7 de dezembro de 2012 a rede social alcançou a marca de 250 milhões de usuários cadastrados, sendo que 135 milhões destes são ativos.

Recursos

O Presidente Obama respondendo a perguntas sobre o Estado da União, representada pelos cidadãos na primeira entrevista completamente virtual da Casa Branca. Transmitido ao vivo no site oficial da Casa Branca e na página da mesma no Google+ em 30 de janeiro de 2012, 17h30min.

Circles – permite aos usuários organizar contatos em grupos de partilha, em vários de seus produtos e serviços. A interface de arrastar e soltar permite que os usuários em grupos de sua escolha. Através de “Streams”, os usuários podem ver as atualizações daqueles em seus círculos, semelhante ao “Feed de notícias” do Facebook. A página inicial permite que os usuários postem atualizações, fotos e vídeos, e compartilhem sites
Hangouts – são lugares usados ​​para facilitar grupo de bate-papo de vídeo (com um máximo de 10 pessoas participando de um Hangout único em qualquer ponto do tempo). No entanto, qualquer pessoa na web pode potencialmente se juntar ao “Hangout” se possuir a URL original
Sparks – é um front-end para o Google Search, permitindo que usuário possa identificar tópicos que podem estar interessados ​​em compartilhar com os outros
Instant Upload – é específico para dispositivos móveis Android, que armazena fotos ou vídeos em um álbum privado para compartilhar mais tarde
Huddle – é um recurso disponível para Android, iPhone e dispositivos SMS para se comunicar com círculos
Jogos – reune jogos em HTML e Adobe Flash, que podem ser jogados gratuitamente. As notificações dos jogos ficam restritas a uma área, não se misturando as “Streams”. Alguns jogos disponíveis: Angry Birds, Zynga Poker, Bejeweled Blitz, Crime City e Dragon Age Legends
Eventos – é um recurso que reúne todos os eventos de seus círculos, como festas de aniversários e outros e que é sincronizado com o Google Agenda . Ao criar um evento no Google+ você pode convidar pessoas para participar, comentar sobre o evento e adicionar fotos em uma página que é criada para esse evento em particular. Você pode ainda ligar o “modo balada” no aplicativo do Google+ para que todas as suas fotos, durante a realização desse evento, sejam enviadas, junto com as fotos dos outros participantes, diretamente para a página desse evento no Google+.
Comunidades – um recurso que o Google reviveu do Orkut tendo mesmas funções e ainda podendo iniciar discussões, publicar no Stream, compartilhar para seus Circulos, planejar eventos, iniciar um Hangout, criar sua própria comunidade de forma pública ou privada, tudo de forma rápida e fácil.

Maior impacto

A introdução do Google+ teve impacto no projeto de pesquisa do Google na web de serviços, devido à reformulação gráfica por Andy Hertzfeld.  Houve refinamentos ao lado de especulação de um impacto muito maior quando o Google+ está totalmente implantado, incluindo alguns redesenhos do Google Maps, Gmail e Google Calendar. Talvez as maiores mudanças virão para o Picasa Web Albums:

  • Após alguém marcar, eles recebem uma notificação e podem ver a foto no álbum e afins  Para novos álbuns, um álbum de algum usuário é compartilhado com outras pessoas
  • Os álbuns de certo usuário são compartilhados e podem ser identificados e re-compartilhados por outros usuários
  • Fotos de até 2048×2048 pixels e vídeos até 15 minutos não irão contar para a cota de armazenamento de 1 GB para os usuários do Google+ (que é 800×800 pixels para usuários não-Google +), criando “virtualmente ilimitado” de armazenamento para usuários móveis

 

Censura

No mesmo dia do lançamento do site, várias agências de notícias informaram que o Google+ foi bloqueado na China.

Fonte: Wikipédia

Drop Box

Dropbox é um serviço para armazenamento e partilha de arquivos. É baseado no conceito de “computação em nuvem” (“cloud computing”). Ele pertence à Dropbox Inc., sediada em San Francisco, Califórnia, EUA.

A empresa desenvolvedora do programa disponibiliza centrais de computadores que armazenam os arquivos de seus clientes.
Uma vez que os arquivos sejam devidamente copiados para os servidores da empresa, passarão a ficar acessíveis a partir de qualquer lugar que tenha acesso à Internet. O princípio é o de manter arquivos sincronizados entre dois computadores que tenham o Dropbox instalado.

O serviço

O Dropbox é um serviço freemium (o cliente tem a opção de usá-lo gratuitamente, mas pode pagar para obter algumas funções extras) de armazenamento remoto de 2 GB de arquivos e pode até 100 Gb pagando ( fonte yahoo ). Os arquivos podem ser carregados nos servidores do Dropbox a partir de qualquer dispositivo que possua o seu software e conexão com a internet, a partir daí, esses arquivos podem ser acessados de qualquer dispositivo com internet. Além da sincronização dos arquivos, o Dropbox mantém as versões anteriores, permitindo que o cliente retorne a uma versão mais antiga dos seus dados, isso é muito útil no uso de planilhas.

A empresa acredita no modelo de negócio freemium inclusive como uma estratégia de marketing, em entrevista o CEO da empresa afirmou que o crescimento rápido tem muito a ver com os usuários que não pagam, esses chamam outros que possivelmente virão a pagar no futuro, em pesquisa realizada constatou-se que 96% dos clientes possuem contas gratuitas. A diferença das contas gratuitas para as pagas é apenas no espaço disponível para os dados. A empresa lançou também um modelo de marketing onde quem traz amigos para usar o produto ganha mais espaço para uso.

Um fator que o produto é muito cuidadoso é em relação à facilidade de uso, o serviço é muito simples e autoexplicativo, coisa que é cuidadosamente explorada pelo próprio CEO da empresa, que em entrevista citou que queria um produto de uma base tecnológica muito ampla, pois era fascinado pela tecnologia, mas que pudesse ser utilizado por qualquer pessoa, sem dificuldades, e é realmente o que o produto apresenta.

Privacidade dos Arquivos

Esse é um item importante do dropbox, e também do próprio modelo de computação na nuvem, ao qual o produto utiliza. Pois como os usuários estão depositando seus arquivos em servidores remotos, esses arquivos podem ser capturados no momento que esta trafegando na rede. E ainda podem ser capturados nos próprios servidores da empresa, inclusive por funcionários mal intencionados.

Para isso a empresa trabalha com todos os seus dados criptografados. O cuidado que a empresa tem com seus dados é tão grande que seus dados têm a mesma dificuldade de ser capturados quanto dados bancários.

A grande maioria dos usuários são dos Estados Unidos, com a porção de 32,7% das contas, seguidos do Reino Unido com 6,7%, depois vem a Alemanha com 6,5%.

Plataformas mais utilizadas para executar o Dropbox

66.1% dos usuários rodam seu Dropbox sobre o Windows, 20.9% usam ele sobre o Mac OS, 2.0% usam o sistema operacional Linux, e o restante dos usuários usa em mais de um sistema operacional.

Baixe agora para você: www.dropbox.com

Fonte: Wikipédia

A Importância do Google Docs

O Google Docs, é um pacote de aplicativos do Google baseado em AJAX. Funciona totalmente on-line diretamente no browser. Os aplicativos são compatíveis com o OpenOffice.org/BrOffice.org, KOffice e Microsoft Office, e atualmente compõe-se de um processador de texto, um editor de apresentações, um editor de planilhas e um editor de formulários .

Originalmente, o processador de texto foi desenvolvido à parte, sob o nome Writely, e comprado pelo Google meses depois. Alguns dos recursos mais peculiares são a portabilidade de documentos, que permite a edição do mesmo documento por mais de um usuário e o recurso de publicação direta em blog. Os aplicativos permitem a compilação em PDF.

Ele permite aos usuários criar e editar documentos online ao mesmo tempo colaborando em tempo real com outros usuários. Google Docs combina as características de Writely e Spreadsheets com um programa de apresentação incorporando tecnologia projetada por Sistemas Tonic. Armazenamento de dados de arquivos de até 1 GB no total de tamanho foi introduzido em 13 de janeiro de 2011, os documentos criados no Google Docs não contam para este contingente.

Formatos de arquivo

Microsoft Word (. DOC e. DOCX)
Microsoft Excel (. XLS e. XLSX)
Microsoft PowerPoint (. PPT e PPTX.)
OpenDocument Format (. ODT e. ODS)
Adobe Portable Document Format (. PDF)
Páginas Apple (. PÁGINAS)
Adobe Illustrator (. AI)
Adobe Photoshop (. PSD)
Tagged Image File Format (. TIFF)
Autodesk AutoCad (. DXF)
Scalable Vector Graphics (. SVG)
PostScript (. EPS,. PS)
TrueType (. TTF)
XML Paper Specification (. XPS)
Tipos de arquivo (. ZIP e. RAR)

Dados de segurança e privacidade

Questões de segurança de dados e de interesses nacionais normalmente significam que o armazenamento on-line destes documentos e seu processamento pode ser inadequado ao se considerar que os mesmos sejam feitos por governos ou organizações comerciais. Especialmente para onde os dados sensíveis ou confidenciais estão sendo armazenados, editados ou partilhados, etc, sobre sistemas e infra-estrutura que são terceirizados e compartilhados com muitas outras organizações, os indivíduos, os usuários.

Em 10 de Março de 2009, o Google informou, por exemplo, que um bug no Google Docs havia autorizado o acesso acidental a alguns documentos particulares. Acreditava-se que 0,05% de todos os documentos armazenados através do serviço foram afetados pelo bug. O Google posteriormente afirmou que o bug foi corrigido.

Fonte: Wikipédia